NOTÍCIAS
23/11/2016 Qualidades nutricionais do leite são alvo de profissionais de saúde e produção

Profissionais da área da saúde reuniram-se com representantes do setor leiteiro na tarde desta quarta-feira (23/11) para debater a relação entre a qualidade nutricional e o processo produtivo e os mitos relacionados à intolerância à lactose. Ao abrir o evento, o presidente do Sindilat, Alexandre Guerra, ressaltou que a indústria está atenta às novas demandas da população e que os produtos funcionais lançados são reflexos de investimento em inovação. “Estamos aqui para debater um aspecto importante da produção. Que sejamos divulgadores desses assuntos de forma a gerar um efeito multiplicador”, pontuou. O evento, promovido pelo Sindilat e pela Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição (SBAN), ocorreu no Centro de Eventos da Fiergs dentro da programação do 5º Avisulat.

Em sua palestra, a presidente da SBAN, Olga Amancio, salientou que se vive um modismo relacionado ao leite. Segundo ela, há diversas causas que ocasionam os mesmos sintomas relacionados à intolerância à lactose. Mesmo assim, citou ela, o que se vê é a exclusão do leite da dieta de muitos adultos. “A pessoa não se sente bem e faz um autodiagnostico de intolerância”, disparou.

Falando sobre as qualidades nutricionais do leite, ressaltou que o alimento é uma rica fonte de cálcio. Um exemplo é a comparação entre o leite e os vegetais com alto teor de cálcio. Segundo Olga, para obter a mesma quantidade de cálcio presente em um copo de 200 ml de leite, seria necessário ingerir 4 porções e meia de brócolis ou 1,3 quilo de espinafre. “Apesar do aumento do consumo de leite, ainda verificamos inadequação da ingestão de cálcio entre a população”, salientou.

Segundo o organizador do simpósio, médico nutrólogo Carlos Alberto Werutsky, é fundamental unir academia e setor produtivo em debates como este. “Há pesquisas constantes que analisam a importância de determinados alimentos e a tolerabilidade de diferentes faixas etárias, especialmente em crianças. Portanto, há a necessidade de avaliação individual," enfatizou. O evento ainda reuniu autoridade do setor de saúde no RS. O chefe do serviço de Nutrologia do Hospital Ernesto Dornelles, Paulo Henkin, destacou a importância das gorduras na dieta. Apresentou dados que confirmam que não se pode estabelecer uma relação direta entre o consumo de gorduras saturadas e doenças cardiovasculares. “Há uma diferença enorme entre os estudos científicos e os protocolos, e não se fala nisso”.

O encontro teve ainda a apresentação das especialistas Márcia Terra, que abordou a questão das pesquisas e a relação entre a indústria e a academia; Ana Lúcia Barretto Penna, que falou sobre as propriedades nutricionais do leite pasteurizado e leite UHT; e Geórgia Castro, que destacou a questão dos lácteos fortificados.

Fonte: Jardine Agência de Comunicação 

 
 

Media Partners

Ave World Beef World Pork World Sindiavipar Avisite O Presente Rural Feed&Food


 
Apresentação do evento em português  English  Español
 
COMERCIAL
Clique aqui para ver nossa proposta comercial em português
Acesse o Plano Comercial


HORÁRIOS
Horários de Funcionamento da Feira
FEIRA
Abertura: 11h
Fechamento: 20h
Visitação gratuita


MAPA DO EVENTO
Clique aqui e acesse a planta do evento e quadro de áreas
Acesse o Mapa do Evento


MANUAL DO EXPOSITOR
Clique aqui para ver ver o Manual do Expositor em português
Acesse o Manual do Expositor