NOTÍCIAS
23/11/2016 Vacinas e segurança alimentar são temas do Workshop INOVA no AVISULAT 2016

Dois painéis de temáticas distintas preencheram a programação do Workshop INOVA durante a tarde dessa quarta-feira, 23, no AVISULAT 2016. Os assuntos abordados foram vacinas e diagnósticos no primeiro momento e segurança alimentar para encerrar as palestras.

O primeiro palestrante foi Luis Sesti, da CEVA, que apresentou um panorama atual sobre as vacinas mais eficazes no mercado e também aquelas que podem entrar no mercado a curto e médio prazo. Segundo ele, os dois tipos mais eficazes são as de Complexo Autoimune e as Recombinantes, ambas das décadas de 80 e 90, respectivamente. Sesti destacou que o desenvolvimento de novas vacinas "é um caminho longo", que muitas vezes acaba sem os resultados planejados. Ele ainda explicou que o valor comercial é o que pode determinar o futuro. "Hoje em dia é assim que funciona, é o valor comercial, a importância financeira da vacina é o que rege o que será desenvolvido", afirmou.

Ainda tratando sobre as vacinas, a médica veterinária da JBS, Tamara Flores, explanou sobre os desafios atuais no diagnóstico avícola. A capacitação dos profissionais, de acordo com ela, é um dos pontos mais desafiadores. “Temos muito material de pesquisa e pesquisadores, mas nem sempre tantos profissionais para a demanda dos diagnósticos”, afirmou. A médica deixou um alerta: não há, atualmente, condições de atender o país no caso de uma grande epidemia. “Há somente três laboratórios oficiais no Brasil para atender uma possível demanda”, salientou.

No segundo painel do dia, sobre segurança alimentar, Natalie Nadin Rizzo, mestranda em Bioexperimentação na UPF, palestrou sobre o uso de bacteriófagos no controle de micro-organismos patogênicos. Na sequência, o fiscal estadual agropecuário João Juliano Pinheiro, da SEAPI (RS), falou ao público sobre as medidas que a indústria de frangos está tomando para garantir a qualidade dos produtos. De acordo com ele, essa qualidade pode ser entendida como o cumprimento de alguns requisitos básicos: inspeção sanitária, segurança alimentar, estar livre de fraudes, bem-estar animal, garantia de origem e rastreabilidade. Pinheiro apontou também algumas providências que garantem essa busca pela qualidade, como uma boa iluminação no ambiente, ventilação, controle da água de abastecimento, limpeza e controle de pragas. Para encerrar, o palestrante definiu a questão da qualidade como um diferencial: “Controle de qualidade dos produtos é o que define a qualidade de uma empresa”.

Fonte: Reverso Comunicação Integrada 
 

 
 

Media Partners

Ave World Beef World Pork World Sindiavipar Avisite O Presente Rural Feed&Food


 
Apresentação do evento em português  English  Español
 
COMERCIAL
Clique aqui para ver nossa proposta comercial em português
Acesse o Plano Comercial


HORÁRIOS
Horários de Funcionamento da Feira
FEIRA
Abertura: 11h
Fechamento: 20h
Visitação gratuita


MAPA DO EVENTO
Clique aqui e acesse a planta do evento e quadro de áreas
Acesse o Mapa do Evento


MANUAL DO EXPOSITOR
Clique aqui para ver ver o Manual do Expositor em português
Acesse o Manual do Expositor